2017 será o ano da terceirização

Se 2016 foi um ano com muitas incertezas para o mercado de trabalho em diversos setores principalmente na indústria, 2017 tem tudo para ser um ano mais otimista – pelo menos para a mão de obra terceirizada. E as vantagens são inúmeras:

– Profissionais que já estão preparados para o serviço;

– A empresa pode focar mais no seu core business;

– Substituição ágil de funcionário em situações de problemas de saúde;

– Melhores custos e melhor controle do negócio.

Jackeline Johnson de Oliveira, Coordenadora Administrativo Financeiro da NOSSA Gestão de Pessoas e Serviços, explica que a grande demanda virá no próximo ano:

“O grande foco de 2017 será a terceirização, já percebemos esta movimentação há algum tempo. A terceirização é para onde as empresas estão caminhando, querendo ou não. Existe uma questão de custo/benefício”

Uma empresa com terceirização não deixa de cumprir as normas legais, mas acaba dividindo um pouco desta situação de custos. Muitas vezes a empresa ganha em produtividade Um funcionário de terceirizado, dependendo da forma como o contrato é feito, se faltou a empresa que é prestadora deste serviço vai suprir e repor este serviço, seja por outro funcionário ou por um outro serviço interno.” A produção é mantida neste período.

Produção não pode parar
A mão de obra já está reduzida, imagina se faltar alguém, a produção final fatalmente será prejudicada. Terceirizando este serviço o funcionário é substituído com a mesma qualidade, não há a perda de produção e a capacidade de mobilização é muito rápida – diferente de uma empresa que está com um funcionário interno. Se este sair, é preciso fazer todo o processo de desligamento e de contratação:

” Muitas vezes a própria empresa deixa de ter um custo fixo para ter um custo variável que vai funcionar de acordo com a demanda. Se o funcionário for efetivo, haverá a necessidade do pagamento ser constante, enquanto na terceirização este se dá apenas durante a demanda. Neste sentido o custo/benefício fica mais evidente” completa a profissional da NOSSA.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram