4 erros que impedem sua empresa de ser lucrativa

A empresa de ser lucrativa. Este é o objetivo financeiro primordial da qualquer empresa.

Ok, o empresário pode querer seguir seu sonho, ter liberdade de tempo, fazer as coisas da forma que ele acredita. Porém, tudo isso só vai acontecer se o negócio for lucrativo. O pensamento comum é: “para aumentar meus lucros, preciso vender mais”. Em parte é verdade, mas é possível, sim, aumentar a lucratividade do negócio sem mexer nas vendas.

Na verdade existem 2 caminhos para aumentar o lucro de uma empresa

1) Receber mais dinheiro

2) Fazer uma gestão precisa e correta do dinheiro

Porém, receber mais dinheiro é um fator pelo qual você trabalha, mas que não depende apenas de você. É uma série de fatores que irão determinar se a empresa vai conseguir faturar mais o não – aquecimento do mercado, seu marketing e vendas, oferta da concorrência, etc. etc…

Já fazer uma boa gestão do dinheiro depende única e exclusivamente da empresa. Mas infelizmente muitos pequenos empresários não levam tão a sério esta parte. Tanto por falta de conhecimento quanto por ser uma área mais “chata” do que vender.

Então, sem mais delongas, vamos ver 4 erros que impedem sua empresa de ser lucrativa. E como resolver estes erros.

1. Não separar o dinheiro pessoal do dinheiro da empresa

Dinheiro da empresa é dinheiro da empresa. Dinheiro da pessoa é dinheiro da pessoa. Você precisa ter o dinheiro 100% separado. Possivelmente você saiba que isto precisa ser feito, mas talvez ainda não o fez. O ponto é: quando você mistura o dinheiro da pessoa física com o dinheiro da pessoa jurídica, a sua empresa fica a mercê dos seus gastos pessoais. Se num mês você gasta mais, a empresa tem mais despesas. Se no outro você, pessoalmente, gasta menos, a empresa gasta menos.

Na grandiosa maioria dos casos o empresário acaba retirando mais dinheiro do que seria o adequado fazendo com que a empresa lucre menos.

2. Não saber para onde vai o dinheiro

Existe uma velha frase da administração que diz que “quem não mede não gerencia”. Se você não tiver um controle exato de tudo que entra e tudo que sai de dinheiro, você não tem como gerenciar esse dinheiro. E se você não gerencia o dinheiro, você lucra menos. Simples assim. É extremamente importante você ter a certeza que seu controle está correto, pois qualquer erro na forma em que você faz o controle financeiro irá te levar a decisões erradas!

3. Precificar errado

Não é incomum ver negócios que tem muitos clientes (seja um prestador de serviço ou mesmo um comércio), mas que ainda assim não tem lucro. Muitas vezes a culpa é de uma precificação errada. Mesmo que você tenha muitos clientes, ao cobrar menos do que seria o correto você terá problemas de caixa.

A velha e famosa frase de “pagar para trabalhar”, mesmo tendo muitos clientes.

Outro ponto a se atentar é que se não é possível cobrar mais caro, provavelmente você vai precisar diminuir os custos do negócio para equilibrar a situação.

4. Não analisar os números

Talvez este seja o mais comum dos erros. Você até separa o dinheiro pessoal da empresa, você registra todas as movimentações financeiras e até tem certeza do preço que está cobrando, porém, não faz uma análise detalhada dos números do negócio.

Como se diz por aí, você está deixando dinheiro na mesa.

A análise dos números do negócio permite que você tome melhores decisões. Seja para realizar investimentos, cortar custos, negociar com fornecedores, enfim. A gestão financeira serve para você tomar melhores decisões. Ao tomar melhores decisões você faz o seu negócio crescer mais e lucrar mais. Se a sua empresa não está sendo tão lucrativa quanto você gostaria, estão aí 4 fatores para você melhorar. Mesmo sem vender mais é possível lucrar mais.

Se sua empresa já é lucrativa, acredite, poderia ser ainda melhor =)

Basta aprender a gerenciar o dinheiro da empresa.

Fonte: Portal Administradores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram