Autogestão no trabalho remoto: você realmente no controle da sua carreira

Para conseguir se destacar no trabalho remoto, e ter feedbacks positivos por parte de seus gestores, vários detalhes entram em cena, talvez o principal deles seja a autogestão. Mesmo com cada colaborador em sua casa no trabalho remoto, o profissional faz parte da engrenagem de uma equipe e, é por este motivo que esta habilidade precisa estar  aflorada.

“Será que você consegue organizar sua agenda sem ajuda de ninguém para realizar tudo que o seu trabalho exige? Esse gerenciamento individual vai melhorar a rotina de todos inclusive de seus gestores que não conseguem acompanhar todos de sua equipe com aquela atenção presencial. O colaborador que consegue se virar bem, sozinho, vai se destacar na equipe” explica Eliane Catalano, Coordenadora de Recrutamento e Seleção da RH NOSSA,

Vale para qualquer trabalho
Autogestão serve para quem trabalha sozinho, em dupla, em times pequenos ou grandes. Gerenciar o próprio tempo e as prioridades do trabalho garantem que o combinado seja entregue sem atropelos.

“Isso não significa que você precise se isolar. Em um trabalho em equipe, por exemplo, vai precisar de ajuda para terminar alguma atividade ou tirar dúvidas. O gerenciamento pessoal serve para que não aconteçam atropelos na rotina. Já imaginou se, por desorganização, uma atividade deixar de ser realizada e desencadear uma sucessão de atrasos? Vai prejudicar a equipe inteira”.

Como fazer para ter autogestão
Catalano listou alguns detalhes que servem para aprimorar as habilidades de autogestão e se destacar no trabalho remoto!

Tenha consciência de si mesmo: “É o famoso autoconhecimento, o começo para que este gerenciamento seja possível. Ao saber seus limites, fica bem mais fácil lidar com o tempo enquanto trabalha em casa para decidir pelas melhores tomadas de decisão. Quem lida bem com seus limites de tempo, e de produção, acaba aproveitando ao máximo suas habilidades comportamentais e técnicas, que nada mais são do que hard e soft skills tão apreciadas pelos gestores”.

Saiba priorizar o que é importante: “Em casa temos distrações que podem atrapalhar nossa rotina de trabalho. Na verdade, é o trabalho que invadiu o espaço doméstico e, é normal que cachorro latindo ou obra do vizinho façam parte da trilha sonora do trabalho remoto. Defina de maneira clara e objetiva quais as ações de sua responsabilidades sempre com as mais importantes primeiro e concentrar a atenção no que for emergencial”.

Tenha seu  método: “Administrar o tempo, agilizar as atividades diárias e manter a sua lista de atividades organizada são básicos, mas cada pessoa tem seu modo de operar. O que funciona para seus colegas de trabalho pode não ser o melhor para você, portanto faça testes de rotinas até encontrar a melhor para o seu perfil.

Prazos e tarefas: “Independente de como você vai trabalhar ao longo do dia, seja organizado em cada atividade do dia e da semana. Não se perca na execução das tarefas diárias, pois se uma atrasar, vai impactar as demais. Prazos sempre funcionam, mas eles devem adequados com o seu gestor.”

Confira se está funcionando: “Tudo o que você realizou está surtindo resultados? Se sim, parabéns, está no caminho certo. Essa autoavaliação serve para manter seu ânimo e o resultado será sentido pelos seus colegas e gestores”

Seu espaço, seu corpo: “Não vamos deixar a saúde de lado. Cuidar da saúde física e mental, beber água constantemente, comer direito, alongar de tempos em tempos fazem parte de uma rotina de trabalho em casa” finaliza Eliane.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram
Checking...