Desempregados: um a cada quatro trabalhadores estão sem emprego há mais de dois anos

Um em cada quatro desempregados procura uma vaga de trabalho há pelo menos dois anos de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), que saiu hoje cedo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE considerando abril, maio e junho de 2019. No Brasil, este tempo de procura bateu  a marca de 45,6% de desocupados que estavam entre um mês a menos de um ano em busca de trabalho; 26,2%, há dois anos ou mais, 14,2%, de um ano a menos de dois anos e 14,0%, há menos de um mês.

Vale resaltar que, a partir de 2016, esse contingente apresentou crescimentos sucessivos, atingindo o maior percentual (26,2%) no 2º trimestre de 2019. Neste mesmo período, a proporção dos que buscavam trabalho há menos de um mês era 14,0%; enquanto aqueles com procura de 1 ano a menos de 2 anos chegava a 14,2%.

Este tempo de procura influencia o crescimento do número de desalentados, ou seja, pessoas que desistiram de procurar uma vaga no mercado de trabalho e buscaram oportunidades alternativas e informais, como UBER.  No segundo trimestre, o país tinha 4,9 milhões de desalentados, sendo que a maior parte deles está na Bahia (766 mil pessoas) e no Maranhão (588 mil pessoas).

Aliás, já falamos sobre como preparar um currículo omitindo algumas informações! É possível, mas com certos cuidados…

Falando especificamente do Paraná, o Estados está muito bem dentro dos 74,3% empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado do país. O Paraná está com 81,4% – ficando atrás apenas de Santa Catarina (87,6%) e Rio Grande do Sul (83,3%). Já na proporção de empregados sem carteira de trabalho assinada no setor privado, que foi de 25,7%, o Paraná (com 18,6%) está dentre as menores taxas do Brasil ao lado de Santa Catarina (12,4%) e Rio Grande do Sul (16,7%).

O que se percebe é que estamos em um momento em que o melhor profissional vai se destacar desde que saiba se recolocar no mercado de trabalho! Leia aqui sobre como se recolocar agora mesmo! 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram