Entenda a diferença entre recursos humanos e gestão de pessoas

As empresas almejam lucros, sucesso, resultados e tudo de benéfico para o seu nome. Para essa busca tornar-se possível, elas dependem de seus colaboradores, as pessoas que trabalham nela, pois é através delas que as funções são determinadas e as atividades são concluídas. Por isso, existe a valorização e a necessidade do ser humano no mundo empresarial.

Cerca de dez anos atrás muito se ouvia falar nas empresas sobre o famoso “RH” (Recursos Humanos), por meio dele existia a contratação e avaliação, pagamentos, regularizações e varias outras funções administrativas relacionadas as pessoas que fazia parte da empresa.

Era uma função mecânica, o setor de RH, hoje praticamente extinto do mundo empresarial, realiza suas funções de acordo com as necessidades da empresa. Ou seja, ele trabalhava de acordo com sua especificação, fazendo apenas os trabalhos administrativos, onde eles queriam ver apenas resultados satisfatórios, sem se importar com as adversidades do ser humano por trás de cada colaborador, que para eles eram apenas “maquinas”.

A gestão de pessoas realiza as atividades que eram de responsabilidade do antigo RH, ou seja, ela faz toda relação entre empresa e colaborador, garantindo assim resultados satisfatórios. Porém, não é apenas o nome que muda, como é possível perceber o objetivo ainda é o mesmo, mas a grande mudança está na essência dessa função.

Antes de alcançar os resultados, a gestão de pessoas trabalha junto ao colaborador, incentivando, inovando, melhorando, ouvindo cada um deles, ela desperta nos funcionários o desejo de trabalhar, mostra as vantagens que um serviço de qualidade traz. Enfim, ela visa primeiramente o ser humano que existe em cada colaborador, para depois se importar com os resultados.

Essa área valoriza a pessoa, ela faz da empresa uma extensão da casa e da família do colaborador, isso começa desde quando a pessoa coloca o pé dentro da empresa para uma entrevista ou para assinar o contrato e permanece até o encerramento das atividades do colaborador com a empresa.

Com o conceito de priorizar o ser humano, os resultados excelentes serão consequências que influenciarão na conquista de cada desejo e visão implantada na empresa, onde todos, desde colaboradores até diretores e presidentes serão beneficiados com os “famosos” resultados.

Fonte: Portal Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram