O que é fit cultural e como ele “contrata” pessoas?

Já ouviu falar em fit cultural? Se você está buscando uma nova oportunidade de emprego, é melhor ler este texto para entender um pouco sobre este detalhe que, pode ser decisivo para a sua recolocação profissional.

Mais que um bom currículo, as empresas avaliam valores, ideais e objetivos do candidato para saber se este está dentro da cultura interna para um “casamento” perfeito!

Uma segunda família!
Para entender como funciona o fit cultural, a melhor analogia possível é o da família! Todas as empresas possuem a sua própria cultura organizacional, tal qual acontece em todos os lares. Pense na sua casa! Existem os costumes, os modos de atuar, as funções de cada pessoa dentro da casa e os horários de cada um, correto? Essa cultura é quase como uma regra para que haja harmonia no lar. 

Vamos transferir esse modelo para uma empresa? A cultura organizacional está completamente atrelada às pessoas que constituem a organização, que sabem com ela funciona e como seus colaboradores atuam! 

“Procuramos entender esses valores do candidato, que é aquilo que vem de berço, o que ele valoriza de verdade. A investigação acontece de maneira focada logo na entrevista, quando são analisados dados como os momentos de lazer, os valores de vida e objetivos. Não adianta ninguém muito formal entrar em uma empresa mais despojada, pois chegará um momento em que atritos e conflitos surgirão. Simplesmente não dá certo” explica Eliane Catalano, coordenadora de recrutamento e seleção da RH NOSSA.

O que é o recrutador observa?
Dentro da análise estão inseridos valores, ideais e objetivos que podem, ou não, estar alinhados com a cultura da empresa. O fit cultural cria esse alinhamento entre os objetivos individuais do candidato e os da organização:

“Os recrutadores são treinados para analisar valores do candidato que não sejam adequados com o ambiente. Isso evita contratação equivocada e situações que colocam, lado a lado, empresas muito rígidas e profissionais que apenas produzam em ambientes mais informais, com horários flexíveis e relações horizontalizadas”.

Acredite, com o fit cultural todos saem ganhando:
–  A empresa evita contratar alguém que, certamente, não será produtivo e;
– O trabalhador que não corre o risco de conseguir um trabalho que o deixará angustiado.

Acompanhe o blog da RH NOSSA, siga a gente no Facebook e no Instagram e fique pode dentro de assuntos interessantes todas as semanas! 

Fonte: KAKOI Comunicação
www.kakoi.com.br

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram