Sucesso Profissional: Como alcança-lo

Conquistar o tão sonhado sucesso profissional é o desejo da maioria das pessoas. No entanto, diferente do que muita gente acredita ou gostaria, não há segredos e nem fórmulas prontas capazes de levar alguém ao sucesso ou ao fracasso. A realização e reconhecimento naquilo que se faz vêm e acontecem de formas e momentos diferentes para cada profissional – daí a explicação para pessoas da mesma idade e ramo de atuação terem, muitas vezes, posições díspares no mercado de trabalho.

As oportunidades, o nível de conhecimento, a habilidade de lidar com gente e a disposição para o trabalho são alguns dos fatores que influenciam para o sucesso de um profissional. Estar aberto a novos desafios dá a muitos a oportunidade de mostrarem-se competentes e prontos para ocupar novas posições na organização.

A coragem de inovar, propor e ir atrás de soluções para determinada área da empresa são essenciais e indispensáveis num profissional que queira atingir a confiança e, consequentemente, o sucesso naquilo que faz.

A sorte, no entanto, para especialistas em carreira, não é assunto para ser citado ao se falar de sucesso. Essa palavra – sorte -, definitivamente, não pode ser atrelada ao a um bom desenvolvimento profissional – as conquistas se devem ao desempenho de cada um e não ao acaso.

Outro fator de extrema importância quando falamos em sucesso é a formação profissional. O fato de estudar numa boa universidade não dá a ninguém o cartão de embarque para o sucesso. Absorver o conteúdo ensinado e ser capaz de colocá-lo em prática são aspectos determinantes para a ascensão na carreira. Passar de um cargo de especialista a um nível de gerência é algo que depende do que o profissional vem apresentando para a empresa e o desenvolvimento gerencial acontece quando os gestores notam que têm mais que um bom especialista, quando veem no funcionário mais que um técnico competente. E, para criar essa percepção externa, é preciso atitude e brilho nos olhos, em tudo o que realiza.

O medo do erro trava muitos profissionais, que dominados por esse sentimento não conseguem evoluir naquilo que realizam. Ter cautela é sempre seguro, mas o medo excessivo só traz resultados que não interessam nem ao profissional e nem à empresa. Agir com persistência, apoiado em bases sólidas e firmes contribui para mais segurança no que realiza no ambiente de trabalho.

E, por último, mas não menos importante, humildade sempre. Até parece clichê, mas muitos foram os bons profissionais que perderam posições de destaque na carreira por falta de humildade. Saber que você não é insubstituível, que o mercado precisa de constantes demonstrações de competência e disposição são importantes para não deixar que o excesso de autoconfiança atrapalhe o desenvolvimento da carreira. Aceitar opiniões, ouvir as pessoas – líderes ou pares, e não achar-se superior aos demais são atitudes indispensáveis hoje num mercado de trabalho cada vez mais competitivo e desafiador.

Fonte: Portal Educação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram