Trabalho temporário: como se destacar com tanta gente procurando as mesmas oportunidades?

O volume de vagas temporárias é alta nesta reta final de ano. Estamos diante de uma modalidade que não cria vínculos empregatícios, um fator facilitador tanto para empregadores, quanto para quem está na caça por estas vagas. Ou seja, tem muita gente tentando as mesmas vagas.

Segundo a Associação Brasileira de Trabalho Temporário (Assertem), o índice de efetivação que, de acordo com expectativas recentes, gira em torno de  22% para 2021 – um ano antes este percentual era de 18%;

“No segundo semestre, pela sazonalidade do comércio e da indústria, aumenta exponencialmente por datas como Black Friday, o Natal e Ano Novo. Em 2021 teremos ingredientes extras, como o retorno das pessoas às ruas pelo avanço da vacina, reabertura dos restaurantes e um novo otimismo. As vagas estão aquecidas e protegidas” explica Eliane Catalano, coordenadora de recrutamento e seleção da RH NOSSA.

Onde estão essas vagas?
Qualquer trabalho temporário deve, e precisa, ser intermediado por empresa terceirizada para cuidar do contrato com a empresa que está procurando essa modalidade. Quem está buscando esses trabalhadores não precisa se preocupar com burocracia, algo que pode atrasar todo o processo:

“Estes aspectos envolvem não apenas o recrutamento, mas todas as garantias do trabalhador, como Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e outros direitos .

Para conseguir estas vagas, vale seguir algumas dicas importantes:

– Mantenha seu cadastro (currículo) atualizado. Trabalho em home office entra nesta conta, portanto acrescente tudo o que puder no seu LinkedIn ou currículo;

– Esteja aberto para novas oportunidades. Um operador de caixa que estiver executando bem sua função pode ser efetivado e até promovido. Se o trabalho não era exatamente o que você esperava, a oportunidade pode ser encarada como uma porta de entrada;

– Busque vagas apenas em agências sérias. Se cobrar para fazer o cadastro do currículo, por exemplo, é certo que a agência de emprego não trabalha de maneira séria e está se aproveitando da busca das pessoas por um novo trabalho. Não pague taxa de inscrição para vagas de trabalho e nem repasse, senhas e dados pessoais, principalmente dados bancários. Há muitos aproveitadores;

– Procure em outras fontes se a vaga realmente é real. Use Google, redes sociais e o que mais tiver ao seu alcance para descobrir se a vaga é verdadeira. Ou seja, a internet é uma verdadeira aliada.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram