Usar Facebook para criticar o trabalho gera demissão por justa causa

Você costuma reclamar do seu trabalho nas redes sociais? Cuidado: o teor de algumas publicações em redes sociais pode causar demissão. Em Natal (RN), uma auxiliar de enfermagem foi demitida por justa causa acusada de ter publicado no Facebook fotos com legendas contendo críticas ao hospital em que trabalhava. A decisão foi unânime e não cabe mais recurso.

A demissão por justa causa foi em novembro de 2015, e o caso foi analisado em dezembro passado pela Segunda Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN), da 21ª Região –a divulgação só aconteceu neste mês.

Em uma das fotos, a auxiliar de enfermagem, que trabalhava na farmácia do hospital, mostra as caixas de remédios que deviam ser guardadas ao final do expediente. “Olha ai…Quem vai responder pelo crime de hj… Toma que o filho é teu, afirmava a legenda, de acordo com os autos do processo. Outra imagem do ambiente de trabalho, não autorizada, continha na legenda a expressão “peia” (gíria usada no Nordeste para se referir ao órgão sexual masculino).

Tem sido cada vez mais comum a Justiça usar postagens nas redes sociais como provas, segundo o advogado Gustavo Pontinelle, especialista em direito do trabalho. “O fato de as postagens serem utilizadas e acolhidas como meio de prova é uma tendência crescente nos tribunais. A rede social não tem sua abrangência limitada apenas ao mundo virtual; ao contrário, ela influencia diretamente na vida real.”

Segundo Pontinelle, os trabalhadores devem ser cautelosos em suas publicações nas redes.

Fonte: 94 FM Dourados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram