Mercado de trabalho da pós-pandemia quer profissionais propositivos

Os dados divulgados recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que mais de 4,1 milhões de brasileiros estiveram procurando emprego entre maio e setembro de 2020, reflexo dos desafios e dificuldades que todos estamos passando durante todo o período da pandemia de COVID-19.

Mas a boa notícia é que o Brasil vem mostrando sinais de recuperação, apesar do susto, e para quem está querendo voltar ao mercado de trabalho, a dica é estar atento às novas habilidades que as empresas aprenderam a valorizar nesta pandemia.

Além do óbvio (que é sabe trabalhar no formato home office ou teletrabalho, como já falamos inúmeras vezes aqui no blog),  as empresas estão de olho em quem consegue resolver problemas de última hora, os chamados contratempos. No mundo pós-pandêmico, quem consegue resolver problemas ao invés de ficar esperando uma solução dos seus gestores, vai ter mais chances de se destacar e conseguir não apenas um emprego, mas a possibilidade de se manter nele. 

O profissional que as empresas estão começando a procurar  é aquele que enxerga as situações amplamente, identificando detalhes que, muitas vezes, passam despercebidos. Desenvolver essa habilidade, de resolver problemas e propor soluções – ainda mais em dias de trabalho home office – é um diferencial que atrai os olhares das empresas que não querem perder mais tempo com questões menores.

Quer um exemplo?
Se uma plataforma de comunicação não funciona por algum motivo, tentar criar uma linha de comunicação com Skype, de maneira emergencial, ao invés de ficar esperando que alguém resolva o problema. No trabalho presencial temos a figura do TI,  mas e em casa?

No home office, todos precisamos ser um pouco mais propositivos.

Essa é uma dica de ouro:
Seja propositivo, encontre novas ferramentas e mostre que os pequenos problemas, naturais de se trabalhar em casa, podem ser superados facilmente. A empresa – e a sua carteira de trabalho – agradecem. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram